WALK THE TUBE – MAPA DO METRÔ PARA SE FAZER A PÉ

Já pensou em ter um mapa do metrô de Londres que além de te mostrar todas as rotas feitas pelo tube, ainda te mostra quanto tempo leva de uma estação á outra andando?

Pois esse belo mapa existe!

O gestor de transportes de Londres criou o “Walk The Tube” que vai te guiar por todas as estações através de caminhadas.

Muitas vezes compensa ir andando entre uma estação e outra do que gastar tempo e principalmente, dinheiro. O percurso entre Coven Garden e Leicester Square por exemplo, pode ser feito em 5 minutos caminhando. Por outro lado, se você gosta de caminhar apreciando a cidade, pode experimentar o trajeto entre Euston e South Hampstead e desfrutar de uma longa caminhada de 53 minutos.

Para acessar e fazer download do mapa completo em PDF, CLIQUE AQUI.

Fonte em inglês: GizModo

 

LIVRO – LONDON LONDON, CONHEÇA LONDRES DE METRÔ

Hoje trago uma dica muito útil para te ajudar no roteiro pela terra da rainha.

Guia super detalhado, organizado, ilustrado que mostra onde, quais linhas pegar, o que você irá encontrar e tudo mais. Fica fácil montar sua viagem com base nas dicas do Rodrigo, seja de 1, 3 ou mais dias, ele conta tudo que é preciso saber para aproveitar cada minuto na capital inglesa. Eu adquiri o livro em formato digital (apenas 7,00 reais na Saraiva!) e já devorei! As dúvidas que tinha foram sanadas e meu roteiro está pronto para ser utilizado. Super recomendo!

Título: London London – O único guia para conhecer Londres utilizando o metrô
Editora
Faro Editorial
Lançamento: 2014
Autor: Rodrigo Rodrigues
Número de páginas: 160

Sinopse:

Londres mistura modernidade e tradição de um jeito muito especial, tem o metrô mais antigo do mundo e uma atmosfera musical que é única: a capital britânica respira até hoje Beatles, Stones e Queen entre tantos outros artistas. E foi esse amor pela cidade, unido à paixão pela música, que fez o jornalista – que também é apresentador, músico e dono de um restaurante – Rodrigo Rodrigues escrevesse um guia para que os turistas conheçam o que ele considera os melhores pontos da cidade usando apenas o metrô.

O autor passou dois meses na terra da Rainha, andando de metrô cerca de dez horas por dia, entrando e saindo do trem e visitando as atrações que indica no livro. “Fui a cada lugar que recomendo, fiz e refiz os caminhos, entrevistei dezenas de pessoas, apurei histórias de bastidores e tirei com o celular as quase 200 fotos do guia”, conta Rodrigo, que teve o cuidado de sugerir uma trilha sonora para cada uma das 40 estações por onde passou, dividindo a sua playlist com os leitores.

Entre ideia e execução, o autor passou um ano pesquisando as estações selecionadas e as atrações mais próximas de cada uma delas, tentando encaixar de tudo um pouco: pontos turísticos tradicionais, endereços roqueiros, feirinhas de rua, lojas centenárias, ruas famosas, restaurantes descolados e ainda o turismo esportivo, que na maioria das vezes é deixado de lado nos guias mais convencionais. Nos índices, os leitores conseguem se localizar a partir desses temas ou ainda pelo nome de cada estação. O Prefácio é assinado pelo cantor Paulo Ricardo, que morou em Londres e gravou “London, London” nos anos 1980.

Média de preço: De R$ 24,21 a R$ 35,90
comprar (acesse os links): AmericanasSaraiva e Submarino 

NOVA LINHA DO METRÔ DE LONDRES VAI HOMENAGEAR A RAINHA

O metro mais antigo do mundo prepara-se para ter uma nova linha com cem quilômetros e 40 estações.

A nova linha de metrô que, a partir de 2018, atravessará Londres de leste a oeste vai se chamar Elizabeth em homenagem à rainha de Inglaterra.

O anúncio foi feito essa semana pelo prefeito da cidade, Boris Johnson, durante uma visita da monarca (que este ano completa 90 anos) ao local onde decorrem as obras, a 28 metros de profundidade, revela a agência de notícias AFP.

Chamada até o momento de “Crossrail“, a futura “Elizabeth line“, que terá cerca de 100km antes de 2020, unirá principalmente o distrito financeiro de City ao aeroporto Heathrow.

Elizabeth II desceu a 28 metros de profundidade na estação de Bond Street. Ali, visitou uma parte das obras faraônicas da construção da linha, que começaram em 2009 e terão um custo de 21 bilhões de dólares (83 bilhões de reais). Várias empresas espanholas participam do projeto, como a construtora Ferrovial.

Além de oferecer uma melhora radical dos transportes da capital, a linha Elizabeth será uma homenagem perdurável à nossa monarca“, disse o prefeito Boris Johnson.

Isabel II foi, em 1969, a primeira monarca britânica a visitar o metrô de Londres, o mais antigo do mundo, com mais de 150 anos de idade.

A nova linha terá 40 estações e unirá as localidades de Reading (oeste da capital) e Shenfiels (leste), passando por Heathrow e pelo centro da cidade.

O objetivo é atender aos 200 milhões de passageiros e descongestionar um transporte público que tem sofrido com a falta de investimento por décadas.

Fonte: ZH Notícias