LIBRA CAI PARA MENOR COTAÇÃO DOS ÚLTIMOS 7 ANOS

https://i2.wp.com/www.swissinfo.ch/image/29352056/3x2/640/426/b8865b56b9094e3d4a6622b3ff8d1f5/Tj/sterling-013-29352058.jpg

A libra esterlina registrou na última quarta-feira (24) sua cotação mais baixa em sete anos em relação ao dólar, devido à incerteza sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia (UE).

A libra está cotada a menos de US$ 1,40 pela primeira vez desde março de 2009, e era negociada nos mercados de divisas a US$ 1,3928, queda de 0,67% em relação ao pregão de ontem, e perdia 0,37% em relação ao euro, para 1,2677 euros.

Frente ao real, a libra fechou em queda de 0,53% na terça, valendo R$ 5,5546 para venda.

A divisa britânica também se desvalorizou diante do iene japonês, -0,97%, para 155,68 ienes.

A libra é cotada em baixa desde segunda-feira, quando vários ministros do governo britânico e o prefeito de Londres, Boris Johnson, confirmaram que apoiarão o “Brexit” no referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia, que será realizado em 23 de junho.

O primeiro-ministro, David Cameron, anunciou no sábado (20) a data da consulta, em que os britânicos decidirão se querem ficar ou deixar o bloco comunitário.

A incerteza sobre o futuro do Reino Unido, com a possibilidade do “Brexit”, pressionou a libra, que na segunda-feira (22) teve uma queda intra-dia de 2%, a mais alta desde janeiro de 2015.

A perspectiva de uma saída, assim como de divisões internas que enfraqueçam o governo, alarmaram os investidores, que preveem uma grande volatilidade até a realização do referendo.

O banco britânico HSBC previu hoje que a moeda nacional pode se depreciar até 20% se os britânicos votarem finalmente a favor do Brexit, entre pesquisas que indicam que o ‘sim’ e o ‘não’ estão empatados.

A desvalorização da libra esterlina afasta a possibilidade de o Banco da Inglaterra elevar as taxas de juros, que estão no mínimo histórico de 0,5% desde março de 2009.

Embora a desvalorização da moeda favoreça o turismo e as exportações, pode provocar um aumento da inflação pelo encarecimento das importações.

Fonte: G1

Se você, assim como eu, está com viagem marcada para Inglaterra, é uma boa hora para ir arrecadando algumas libras. Na semana retrasada o valor da moeda para venda aqui no Brasil era de quase 0,50 centavos a mais do que o valor atual.

MÚSICA BRITÂNICA #24

https://i1.wp.com/www.portalfamosos.com.br/wp-content/uploads/2015/07/cheryl1.jpg

Som de hoje fica por conta da belíssima Cheryl Cole!

Cheryl Cole (Tweedy, nascida em 30 de Junho de 1983) é uma cantora Britânica, compositora, dançarina, estilista, escritora e apresentadora de televisão.

Cole chegou à fama em 2002 após se tornar membro do grupo pop Girls Aloud através da televisão ITV do programa Popstars: The Rivals.

Em 2008, Cole se tornou jurada do reality show britânico X Factor. Cole tornou-se reconhecida como um ícone do estilo, que aparece na capa da Vogue britânica e Elle.

Quando o grupo anunciou que iria entrar em um hiato em 2009, a cantora decidiu lançar o seu primeiro trabalho solo. O álbum de estreia da cantora, 3 Words, foi lançado pela Fascination Records no Reino Unido em Outubro de 2009. O álbum estreou na UK Album Charts na posição número um e foi certificado com platina pela British Phonographic Industry (BPI) no mês seguinte ao lançamento. O álbum alcançou a segunda posição na Irlanda, mas teve um desempenho fraco em todo o resto da Europa.

Seu segundo álbum de estúdio, Messy Little Raindrops, foi lançado em formato digital e físico em 29 de outubro de 2010. Contendo faixas produzidas por will.i.am, o álbum recebeu o certificado de platina no Reino Unido pela venda de mais de 300 mil exemplares. Atingiu a primeira posição no Reino Unido e se posicionou no top dez na Irlanda e no resto do continente europeu. Dele surgiram dois singles: “Promise This” e “The Flood”. Cheryl lançou seu terceiro disco solo A Million Lights em 2012, com a canção “Call My Name” tornando-se seu terceiro single número um. Only Human foi lançado dois anos depois, e dele foram lançadas “Crazy Stupid Love” e “I Don’t Care”. Ambos os singles alcançaram o topo das paradas no Reino Unido e fizeram Cheryl tornar-se a primeira cantora britânica a ter cinco números um no UK Singles Charts.

Ela é linda né gente?! E super talentosa, quem não conhece o som dela vale a pena conferir =)

REINO UNIDO OFERECE BOLSAS DE MESTRADO PARA PROFESSORES DE INGLÊS

As bolsas, mantidas por um fundo do Dicionário Oxford, cobrem todos os custos do estudante durante o programa de um ano. Inscrições vão até 29/2

https://i0.wp.com/www.digitalavmagazine.com/wp-content/uploads/2013/08/NEC-Display-universidad-de-Warwick.jpg

Universidade de Warwick

O A.S. Hornby Educational Trust está com inscrições abertas para bolsas para o mestrado em English Language Teaching, na Universidade de Warwick, na Inglaterra. A cada ano, o fundo seleciona 12 professores de inglês do mundo todo para as bolsas, que cobrem todos os custos do estudante durante o programa. As inscrições podem ser feitas online até o dia 29 de fevereiro.

Para se candidatar, é necessário ter dois anos de experiência com ensino de inglês, nota mínima de 6,5 no IELTS e demonstrar capacidade para colaborar com a melhoria do ensino de inglês no Brasil.

A primeira etapa do processo seletivo é o preenchimento de um formulário online – que compreende perguntas sobre a experiência do candidato com ensino de inglês e ideias sobre seu projeto de mestrado, além da indicação de duas pessoas que possam escrever cartas de referência profissional. O British Council entrará em contato com essas pessoas para solicitar que elas escrevam as referências diretamente no formulário.

Os aprovados serão entrevistados, presencialmente ou por telefone, e convidados a se candidatarem a uma vaga no programa de mestrado – cuja inscrição também é feita online. A etapa final é a apresentação da carta de aceite da universidade. O curso tem início em outubro de 2016 e duração de um ano.

Confira aqui o edital completo

O programa é financiado por um fundo criado por A.S. Hornby, autor do Dicionário Oxford (Oxford Advanced Learner’ Dictionary – o principal dicionário voltado a não-nativos da língua inglesa). As bolsas são mantidas com recursos das vendas do dicionário e visam desenvolver o ensino do idioma no mundo todo. Por isso, são selecionados para a bolsa professores de cinco continentes diferentes.

O mestrado tem duração de um ano, e todos os custos do estudante são cobertos pela bolsa, incluindo anuidade do curso, passagens, visto e uma quantia mensal para manutenção no país. Outras informações no site do British Council.

Fonte: Estudar Fora