10 RAZÕES PARA VISITAR LONDRES NO INVERNO

Londres no inverno é uma atração a parte: além das milhares coisas para fazer, a cidade ganha um charme, uma atmosfera deliciosa. Seja pelas luzes ou pelo cheiro de mulled wine no ar, vale muito a pena visitar encarar o inverno por essas bandas.

Londres no inverno

O site Aprendiz de Viajante selecionou 10 dicas para aproveitar a terra da rainha nesses dias mais frios, vamos conferir:

1. As pistas de patinação no gelo

Um dos primeiros sinais de que o frio está batendo na porta da cidade é a abertura das pistas de patinação em novembro. Existem várias, quase sempre perto de atrações famosas como a London Eye e a Tower of London. Mesmo se você não sabe patinar, vale a pena visitar uma (de preferência a noite, para ver a iluminação!) só para ter um gostinho do charme londrino nessa estação do ano.

2. Os mercados e feiras de Natal

Tudo bem que não dá pra comparar as feirinhas natalinas de Londres com as que existem na Alemanha, mas a cidade tem tanta coisa pra fazer que compensa, certo? E a cada ano os mercados ficam maiores e mais legais. O mais conhecido é o Winter Wonderland no Hyde Park, assim como o Southbank Centre Christmas Market ali perto da London Eye.

A Leicester Square também recebe algumas barracas que vendem presentinhos e comidinhas. E a grande novidade é o Winterville no Victoria Park, no leste de Londres. Assim como o Winter Wonderland, o Winterville reúne diversas atrações, incluindo pista de patinação e parque de diversões.

3. A temporada de ópera e ballet

As companhias de ópera e ballet preparam espetáculos grandiosos para essa época do ano. ‘O Quebra Nozes’ está geralmente em cartaz essa época, seja na Royal Opera House (com o Royal Ballet) ou no London Coliseum (com o English National Ballet). Mas atenção: a compra dos ingressos (que pode ser feita pelo site dos lugares ou pelo ticketmaster) deve ser feita com muita antecedência! Quanto mais cedo, melhor. Outra alternativa é ir na bilheteria dos lugares todo dia pra ver se teve devolução de ingresso ou para tentar conseguir os assentos que eles liberam com preços bem mais acessíveis próximo a data do evento.

4. As exposições sazonais

Os grandes museus londrinos planejam exposições sempre muito concorridas para essa época do ano, já que – por causa do frio – o pessoal tende a ficar lá dentro por mais tempo. Vale ressaltar que essas exposições são pagas (a entrada no acervo de museus como Tate e National Gallery é gratuita), mas você não precisa comprar com antecedência (talvez de um dia para o outro, depende da popularidade da exposição).

5. As luzes

Muitos bairros e ruas em Londres preparam iluminação especial para o Natal. Existe até evento com celebridades convidadas para acender as luzes! As decorações mais famosas são na Oxford Street e Regent Street (ruas de compras) mas fique de olho em ruas menores, como a Carnaby Street. Dá mesmo aquela sensação de que o Natal está chegando.

Um programa bem interessante para quem adora esse clima ‘iluminação natalina’ é ‘Christmas at Kew’. que acontece no Kew Gardens, jardim botânico no oeste da cidade. Eles produzem uma instalação maravilhosa de luzes coloridas, que transforma o lugar completamente.

6. Os descontos

A liquidação de inverno em Londres começa oficialmente dia 26 de dezembro (que é um feriado, chamado Boxing Day), então se você quer aproveitar a viagem para fazer umas comprinhas, vale a pena esperar essa data. As lojas nos centros comerciais (Oxford Street, Regent Street e shopping centers) costumam ficar insuportáveis de cheias nesse dias, mas não se desespere: os descontos (que são bons!) continuam durante todo o mês de janeiro (dependendo da loja e da peça, o desconto é progressivo – quanto mais tempo passa, mais barato fica, mas é claro não há garantia de que a peça que você procura ainda estará disponível). É possível encontrar produtos – não apenas roupas mas também coisas para casa, brinquedos e tudo mais – com 50% de desconto ou mais. Eu diria que o Boxing Day está para a Inglaterra assim como a Black Friday está para os Estados Unidos.

7. As bebidas quentes

Andando pela cidade você vai identificar um aroma conhecido: do ‘mulled wine‘, que é a versão britânica do vinho quente brasileiro. Qualquer feirinha ou mercado de Natal serve mulled wine no inverno. Outra bebida sazonal é a Winter Pimm’s. A Pimm’s mais conhecida é a de verão, mas no inverno há uma versão servida quente, com brandy e canela (pergunte no pub se eles tem). E, é claro, abuse de chocolate quente e dos cafés com sabor especial (como o Toffee Nut Latte do Starbucks).

8. As tradições natalinas

Visitar um país/cidade novos perto do Natal é uma delícia, pois você descobre algumas tradições natalinas que não fazia ideia da existência. No Reino Unido um dos símbolos do Natal é o Christmas Cracker: tubo de papelão torcido nas pontas, que são usadas para você puxar e estourar o tubo, ‘revelando’ um presentinho escondido. Todo mundo compra Christmas Crackers, que são tradicionalmente estourados no dia de Natal, e também em jantares e comemorações natalinas de amigos e das empresas.

Londres no inverno

E não dá pra falar em tradição natalina sem falar em comida, certo? Christmas Pudding e Mince Pies, por exemplo,  são vendidos em qualquer supermercado, e é algo legal de levar pra casa. Assim você resgata a memória da viagem no seu Natal.

Ah, e se você realmente quer abraçar o espírito festivo britânico, compre um Christmas jumper: blusa de lã com motivos invernais/natalinos que é vendida nessa época do ano, e o pessoal costuma usar em ocasiões especiais (festa da empresa, dia de Natal). Dica: quanto mais brega seu Christmas jumper, mais legal!

9. A calmaria

Fato: Londres está lotada de gente, sempre. Não tem alta ou baixa temporada. Tem cheio e mais cheio. MAS, é possível ter a cidade só pra você durante dois dias, 25 e 26 de dezembro. Dia 25 todo mundo está celebrando Natal com a família, ninguém sai de casa. Dia 26 é feriado (Boxing Day) e com exceção dos centros comerciais (por causa das liquidações), andar pela cidade é uma tranquilidade. O único problema é o transporte público, quase inexistente nesses dias (principalmente no 25). A dica é alugar uma bicicleta ou sair andando mesmo.

10. A decoração das lojas

As grandes lojas de departamento em Londres investem pesado na decoração de inverno. A Selfridges e a Liberty são as minhas preferidas. As vitrines mais parecem instalações de arte, e já viraram atração turística. Mas não fique só na vitrine: entre nas lojas para visitar o setor de enfeites de Natal. E olha, muito boa sorte, porque é difícil se conter! São milhares de ornamentos, um mais lindo que o outro.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: