GÍRIAS BRITÂNICAS #2

As gírias de hoje foram selecionadas pelo Lexicógrafo Inglês Jonathon Green, que estuda gírias há mais de 30 anos. Com 125.000 expressões descritas em seu banco de dados, ele escolheu as 10 mais importantes para cada era:

  • Booze

    Álcool, bebida alcóolica

    Palavra presente no primeiro glossário de gírias e jargões publicado em 1532, a palavra ainda está em constante uso. Ela veio de Buizen, o holandês para ‘beber em excesso’ (ou buise, um grande recipiente para servir bebidas).

  • Diss

    Falta de respeito, desacato

    Essa gíria se tornou popular no final dos anos 80 com o sucesso mundial do hip-hop, mas um dos primeiros registros escritos vêm da Austrália em 1906, onde um jornalista do Sunday Times de Perth diz: “When a journalistic rival tries to diss you, to prejudice you in the public’s eyes.” (“Quando um rival jornalístico tenta desacatar você, para te prejudicar aos olhos do público.”)

  • Groovy

    Legal, excelente, ‘da moda’ (dependendo do contexto)

    Originalmente “stuck in a groove” (‘preso na vala’) na década de 30, groovy é a palavra símbolo para tudo de bom que aconteceu nos anos 60.

  • Hipster

    Indivíduo na vanguarda da subcultura urbana

    O hipster original usava ternos italianos, ouvia jazz e simbolizava o playboy moderno. O hipster original desapareceu na década de 60 dando lugar aos hippies, mas retornou com tudo na última década para descrever indivíduos criativos e alternativos.

  • Not all there

    “Com um parafuso a menos”

    Uma das muitas gírias para descrever loucos/malucos/doidos em geral, essa expressão do século XVIII deu origem à vários derivados como “one sandwich short of a picnic“, “a couple of chips short of an order” e “two wafers short of a communion“.

  • Dosh

    Grana, dinheiro

    Com origem no Latim dorsus para coluna/costas, essa gíria de 1850 foi originalmente usada para descrever dinheiro usado para necessidades básicas. Outras teorias dizem que a palavra é uma mistura de dollar e cash.

  • Bad = good

    Quando o assunto é gíria, é comum que palavras mudem seu significado para exatamente o oposto como no caso de wicked (maldoso) = bom e sick (doente) = muito bom. A explosão de bad como sinônimo de good se popularizou em 1987 com o disco de Michael Jackson com o mesmo nome.

  • Whole nine yards

    Tudo, totalmente, “Até o topo”

    Gíria de origem Americana, não se sabe ao certo se a expressão faz referência ao baseball, a capacidade de um caminhão de cimento ou o comprimento do véu de uma freira. De qualquer forma, e expressão se popularizou fora da América e hoje é comum também do outro lado do Atlântico.

  • Yolo

    You Only Live Once

    Gírias são efêmeras. A até um ano atrás, essa era a gíria do momento, o carpe diem da nova geração. Hoje, a expressão sobrevive em tatuagens impensadas e letras de sucessos do passado.

  • Nang

    Bom, excelente

    A gíria mais atual da lista é de origem Caribenha e de uso comum entre estudantes em Londres. A origem da expressão Mende nyanga, quer dizer “showing off” (se exibindo) no Atlântico Nort

    Fonte: Molho Inglês 

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: